segunda-feira, 15 de setembro de 2008

"ENTÃO, CANTE IRMÃ" (Hilário)


Certa irmã mandou um bilhetinho para um pastor: "Desejo cantar um hino para Jesus". Como havia muitas participações de conjuntos, além dos hinos congregacionais, antes da pregação — que em muitos lugares tem sido substituída por peças teatrais ou "empurrada" para o fim do culto por causa de intermináveis cantorias—, a tal irmã não foi chamada para cantar. O pastor pregou e, após os avisos finais, concluiu a reunião.
Insatisfeita, a irmã que fizera o pedido dirigiu-se ao obreiro e lhe disse:
— Pastor, por que o irmão não me chamou? Eu queria cantar um hino para Jesus.
— Então, cante, irmã — respondeu o pastor.
— Ah, pastor, o povo já foi embora...
— Mas a irmã não deseja cantar para Jesus?

Precisamos refletir sobre as nossas motivações ao comparecermos a uma reunião no templo. Temos ido ao templo para adorar a Deus e ouvir a sua Palavra? Ou para receber bênçãos e apresentar "louvores" e "pregações" ao povo?
Fonte: Mais erros que os pregadores devem evitar.(Ciro Sances Zibordi)

Um comentário:

  1. É isso aí negão, tá maravilhoso, muito bem elaborado com temas atuais......valeu.

    ResponderExcluir