sexta-feira, 28 de novembro de 2008

O perigo das 'profetadas'

Você sabia que, mesmo nas histórias narradas pela Bíblia, no Antigo Testamento - quando Deus só falava pelos seus profetas ao povo - ou no Novo Testamento, podemos observar
erros de interpretações por parte de alguns teólogos quanto a narrativa de algumas profecias?
Um dos vários exemplos de erro de interpretação encontrados nas Escrituras Sagradas está em 1 Reis 13.18, que mostra o quanto é perigoso seguir profecias sem cuidado ou discernimento. Centenas de anos se passaram e o perigo que rodeia a igreja do Senhor continua o mesmo.

Sem o devido discernimento, falsas profecias chamadas de "profetadas", sobretudo por nós pentecostais, entre os quais a propagação das profecias é mais comum ainda causam estragos.


O caso de Lindalva Gonçalves (Nome ficticio dado por mim a uma mulher membro de uma das Assembléias de Deus em igarassu) , é um exemplo do quanto é perigosa a ação daqueles homens e mulheres que dizem falar em nome de Deus. A triste experiência vivenciada por Lindalva aconteceu em 2001, quando ela estava no nono mês da gestação de seu primeiro filho.
- Fui a um circulo de oração na Assembléia de Deus, em Bonfim, Cruz de rebouças que é muito
conhecida como "rancho dos profetas". No meio do culto, um homem conhecido como Irmão
Zezinho se levantou e me disse: "Mulher, Eis-me aqui, Eu Sou, dentro de três dias, seu filho nascerá perfeito e saudável", contou Lindalva ainda emocionada.
Três dias se passaram e Lindalva realmente foi para o hospital materno infantil (IMIP) para ganhar seu filho, mas para sua surpresa, poucas horas depois do nascimento, a criança morreu. A
alegria e o conforto deram lugar a uma decepção sem precedentes.
- Saí do IMIP com um travesseiro debaixo do braço e, depois disso, nunca mais
acreditei em profeta. Para mim agora, Deus fala apenas através da Bíblia, diz com amargura.

Cremos que as profecias são ferramentas que o Espírito Santo concede às igrejas para auxiliar o corpo de Cristo, mas sabemos que há certos exageros e lamentáveis exercícios da carnalidade humana. Toda profecia deve ser julgada pelos líderes das igrejas, para que seja verificado se ela exalta a Jesus ou se são meras tentativas de vaticínio sobre sorte e azar.

Esta espécie de profecia é característica do povo pentecostal. Muitas vezes, elas não
tem nenhuma base sólida, começam com algumas meninices envolvendo um certo sincretismo religioso. Buscando religiosidade, alguns desses "profetas" começam a criar fantasias espirituais para agradar aos cristãos que vão à procura de profecias, como se elas resolvessem os problemas de suas vidas. É prudente consultar a Bíblia para reconhecer a genuinidade da profecia.

Se a profecia vai contra os ensinamentos escritos na Bíblia, certamente ela não é proveniente de Deus.
Abjuro esse espírito de fanatismo que permeia o meio pentecostal, esse modismo tem levado milhares de pessoas a um descalabro espiritual que não tem nada a ver com a missão do Espírito Santo na Igreja. Esse modismo tem causado estigma em alguns irmãos que levam á sério a mensagem da Cruz.
Temos percebido que muitos membros da Igreja têm sofrido por causa desse descalabro. Pois há pessoas que estão fazendo disso um meio de vida, dando ordem ao Espírito Santo. A maioria desses falsos profetas sai mundo afora profetizando sem ter vida no altar, querendo adivinhar a vida dos irmãos. Ás vezes me deparo com esses ventos de doutrina e essas falsas teologias, mas temos que estar sempre atentos para combater esses movimentos.

Para alguns irmãos que tem uma vida financeira confortável, temos até entre nós aqueles chamados "PERSONAL PROFET" ou seja, profeta particular. Esses são aqueles tipos de crentes que só querem amizades na igreja com irmãos que tem uma vida financeira de boa pra excelente. Fazem questão de deixar o telefone pessoal e dizer que na hora em que bater a tristeza e a angústia é só telefonar e pronto. Estão de plantão para profetizar bençãos e maravilhas.

Agora, se você não é rico, também não se desespere. Temos também aqueles que chegam na sua casa profetizando, dizendo que Deus mandou dar cesta básica ou dinheiro para ele fazer a feira no supermercado. Esse tipo de profeta parece até que engoliu um mendigo com saco e tudo.

Que Deus nos dê cada dia mais temperança e mansidão para nos dar com esses embusteiros dentro da casa do Senhor.


Fonte: Ricardo André

Nenhum comentário:

Postar um comentário