terça-feira, 2 de dezembro de 2008

UMA ORAÇÃO SINCERA.


Convidado para orar na sessão de abertura dos trabalhos legislativos do ano 2000 na Assembléia Legislativa do Estado norte americano do Kansas, o Pastor Joe Wright, da Central Christian Church proferiu a seguinte oração:

"Pai Celestial, estamos hoje diante da tua presença para te pedir perdão e buscar a tua direção. Sabemos que a tua palavra nos diz que "Ai daqueles que chamam ao mal de bem", mas é exatamente isto que temos feito.

Perdemos o nosso equilíbrio espiritual e invertemos os nossos valores. Confessamos-te que:

- Temos zombado da verdade absoluta da tua palavra e chamamos a isto pluralismo;

- Temos adorado a outros deuses e chamamos a isto multiculturalismo;

- Temos aprovado a perversão e chamamos a isto estilo de vida alternativa;

- Temos explorado os pobres e chamamos a isto loteria;

- Temos premiado os preguiçosos e chamamos a isto bem-estar;

-Temos permitido a morte de bebês e chamamos a isto direito de escolha;

-Temos permitido o aborto e o consideramos justificável;

-Temos sido negligentes com a disciplina dos nossos filhos, e chamamos a isto construção da auto-estima;

-Temos cometido abusos de poder e chamamos a isto política;

- Temos cobiçado os bens do próximo e chamamos a isto de empréstimo bancário

- Temos poluído o ambiente com pornografia e chamamos a isto liberdade de expressão;

- Temos desprezado os valores do passado e chamamos a isto iluminismo.

Sonda-nos, ó Deus, e prova os nossos corações; purifica-nos de todo o pecado e liberta-nos. Dirige e abençoa estes homens e mulheres que foram enviados para nos conduzir ao centro da tua vontade.
Nós te pedimos em nome do teu filho, nosso Salvador Jesus Cristo. Amém."

Diversos deputados se retiraram em protesto durante a oração. Mais de 5.000 chamadas telefônicas foram feitas ao longo de (6) seis semanas das quais apenas 47 eram contrárias. A Igreja tem recebido milhares de pedidos de cópias da oração.

Colaboração: Paulo Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário