quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Desmascarando Kardec

O espiritismo arroga para si a condição de ser o autêntico Cristianismo. Será?

A doutrina espírita nos ensina a praticar o Cristianismo em sua forma mais pura e simples, assim, o espírita procura ser um bom cristão. Ele sente que precisa combater seus próprios defeitos e praticar os ensinamentos de Jesus ("O Espiritismo em Linguagem Fácil", p. 61).



Resposta Apologética:

Para praticar o Cristianismo em sua forma mais pura e simples, em primeiro lugar seria preciso que o espiritismo tivesse sua base na Bíblia e suas crenças fossem as mesmas do Cristianismo histórico. Não é o caso. Daí porque o espiritismo usa uma falsa propaganda ao fazer afirmações como as citadas e como outras, entre as quais destaco:

É preciso que nos façamos entender. Se alguém tem uma convicção bem assentada sobre uma doutrina, ainda que falsa, é necessário que o desviemos dessa convicção, porém, pouco a pouco, eis porque nos servimos, quase sempre, de suas palavras e damos a impressão de partilhar de suas idéias, a fim de que ele não se ofusque de súbito e deixe de se instruir conosco. (Destaque nosso)

Então, o texto citado afirma que Allan Kardec recomenda:

Primeiro: nos servimos... de suas palavras...
Segundo: damos a impressão de partilhar de suas idéias...


Com que propósito? a fim de que ele não se ofusque de súbito e deixe de se instruir conosco...

ELOGIOS A JESUS CRISTO

Assim, para atingir seu objetivo, o espiritismo elogia Jesus Cristo dizendo:

Qual o tipo mais perfeito que Deus ofereceu ao homem para lhe servir de guia e de modelo? "Jesus."

Em seguida, segue-se uma declaração de Allan Kardec, nos seguintes termos:

Jesus é para o homem o tipo de perfeição moral a que pode aspirar a humanidade na terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ele ensinou é a mais pura expressão de sua lei, porque ele estava animado pelo Espírito divino e foi o ser mais puro que já apareceu na terra. (Destaque nosso).

Qual o cristão que não concordaria com essas declarações sobre Jesus e seus ensinos? Encontramos aprovação bíblica para essas declarações em Hebreus 7.26; Mateus 3.16-17.

Mas, logo em seguida, coloca na boca dos espíritos as seguintes palavras que contradizem a posição antes adotada com relação à pessoa e aos ensinos de Jesus:

Se Jesus ensinou as verdadeiras leis de Deus, que utilidade têm os ensinamentos dos espíritos? Poderão eles ensinar alguma coisa além do que ensinou Jesus?
Os ensinamentos de Jesus eram freqüentemente alegóricos e na forma de parábolas, dado que ele falava de acordo com a época e os lugares. Hoje, é preciso que a verdade seja inteligível para todos, razão por que é preciso explicar e desenvolver esses ensinamentos, tão poucos são os que os compreendem e ainda menos os que o praticam. Consiste nossa missão em abrir os olhos e os ouvidos a todos, para confundir os orgulhosos e desmascarar os hipócritas, esses que exteriormente se revestem das aparências da virtude e da religião para melhor ocultarem suas torpezas ("O Livro dos Espíritos", p. 172, Obras Completas, Editora Opus, 2ª edição especial).


Resposta Apologética:

Com essa explicação dada pelos espíritos, Kardec se vê com o direito de remover da Bíblia tudo quanto a Bíblia diga contra as práticas e ensinos do espiritismo. O que for contra o espiritismo pode-se alegar, com muita propriedade, que fazia parte dos ensinos parabólicos ou alegóricos de Jesus.
Enquanto os espíritas se baseiam no ensino dos espíritos, os cristãos se baseiam na Bíblia Sagrada.

Um autor espírita assim se pronuncia sobre a Bíblia:

Nem a Bíblia prova coisa nenhuma, nem temos a Bíblia como probante. Não rodopia junto à Bíblia. Mas a nossa base é o ensino dos espíritos, daí o nome espiritismo. A Bíblia não pode ser razão de peso contra o ensino dos espíritos ("A Margem do Espiritismo", pp. 214, 227, Carlos Embassahy).

Que mancada hein Carlos...

Allan Kardec opina sobre a Bíblia afirmando:

Todos os escritos posteriores, sem excetuar os de São Paulo, são e nem podem deixar de ser, apenas comentários ou apreciações, reflexos de opiniões pessoais, muitas vezes contraditórias, que não poderiam, em caso algum, ter a autoridade de um relato dos que haviam recebido as instruções diretamente do Mestre ("Obras Póstumas", p. 1170. Opus Editora Ltda., 2ª edi¬ção especial, 1985).

Faz-me rir Kardec...

E nós? Temos a Bíblia como regra de fé e conduta para a vida e o caráter do cristão (1 Ts 2.13; 2 Tm 3.15-17; 2 Pe 1.20-21). Negam eles as demais doutrinas cristãs, principalmente nossa redenção por Cristo. O credo espírita é negativista em face das doutrinas cristãs, pois nega a ressurreição corporal de Jesus e da humanidade, nega os milagres de Jesus, nega a Trindade, nega a deidade absoluta de Jesus, nega a Personalidade do Espírito Santo, nega a existência dos anjos, nega a existência do Diabo e dos demônios, nega a existência do céu e do inferno, nega o pecado original, nega a unicidade da vida terrestre. Poderiam, realmente, os espíritas ser classificados como cristãos?

A resposta é óbvia: não!

11 comentários:

  1. Graça e paz meu irmão!
    Eu acredito que os espíritas não tem FÉ, SUA CONDUTA É PARA A MORTE E O SEU CARATER É ANTE-CRISTÃO...
    Bassturbinado!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá irmão Ricardo, muito bom seu post sobre Kardeck. É muit acara de pau querer ser a quarta revelação. Felizmente, esta religião não se estendeu pelo mundo, sendo absorvida em sua maioria aqui no Brasil. Sabe como é: terreno propício...

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. oLA! gRAÇA E PAZ. Obrigado por visitar meu blog. Gostei muito do seu, que Deus possa continuar a te abençoar sempre, e seu blog continue sendo benção para muitos como creio tem sido. Não achei seu link de seguidor.

    ResponderExcluir
  4. A Paz Irmão Ricardo! Gostei muito da sua visita e do comentário, quando quiser visitar o blog fique sempre a vontade, ja sou seguidor e tambem ja estou colcando um link no meu blog.

    Abraços fique na paz de Cristo.

    ResponderExcluir
  5. Os espíritas alegam que seus ideais são alicerçados em uma base lógica e racional. Portanto, negligenciam a deidade da Sagrada Escritura como um todo por a interpretarem à luz da razão humana.

    Jesus não foi ostensivo e compreensível ao exprimir os seus valores, culminando assim em inúmeras interpretações possíveis para as suas afirmativas. No entanto, o Espiritismo busca explanar e tornar o sentido original das palavras do Senhor Jesus serem acessíveis a toda a Humanidade.

    Em contraste, a Bíblia, de uma maneira geral, revoga a lógica e a razão; um exemplo clássico é o paradoxo que há entre um Deus absolutamente bom e a suposta existência do Inferno aonde há penalidades eternas.

    Para solucionar as contraposições impostas pelas deturpadas compreensões do texto bíblico; os Espíritos Superiores, eu suponho, agiram em prol de toda a Humanidade e expressaram o que de fato Cristo havia nos exortado a pôr em prática.

    Os espiritistas são cristãos. Ora, denominar-se seguidor do Cristo não implica adotarmos a Bíblia como guia moral; caso contrário, a Humanidade seria afetada por caos e total iniquidade. Basta ler o Antigo Testamento e constatar que a "Lei" que ironicamente é aceita como inspirada por Deus, promovia a desordem, morte e injustiça.

    O Evangelho de Jesus é o respaldo de conduta moral dos espíritas. Seria torpe e imoral difamar o nome de Deus ao apoiar a premissa de que o Antigo Testamento fora por Ele inspirado.

    Porventura, já apedrejastes um casal de adúlteros?

    Fique com Jesus.
    Paz em Cristo.

    ResponderExcluir
  6. Caro Eduardo, O Senhor Jesus foi bem claro nas suas explicações a respeito do que o povo queria saber, o povo é que não entendia por que não era espiritual I Co 2:14.15
    Você dizer que o Espiritismo busca explanar e tornar o sentido original das palavras do Senhor Jesus serem acessíveis a toda a Humanidade é cômico. Como Leon Hipolite pode explanar o sentido original da palavra do Senhor se ele mesmo não se descobriu como uma única identidade.
    Não entendo bem, mas vamos lá, No primeiro parágrafo você diz que os espíritas negligenciam a deidade das sagradas escrituras. "Já podíamos parar por aí". No segundo parágrafo você diz que Jesus não foi compreensível ao expressar os "seus" valores. Sabendo que os valores que Jesus expressou para a humanidade foi o de salvação para a própria humanidade. No terceiro parágrafo você diz que a Bíblia anula a lógica da razão. Entender a Bíblia a luz da razão humana é
    algo abstrato. No quarto parágrafo você "SUPÕE" que os espíritos superiores agem em prol da humanidade para discernir o que a Bíblia quer dizer. Fico até hoje querendo descobrir quem são esses espíritos superiores. No quinto parágrafo você foi muito infeliz no seu comentário, em dizer que para ser seguidor de Cristo não implica usar a Bíblia como guia moral foi demais. A Bíblia sendo a palavra de Deus revelada aos homens é absoluta, pois qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. I Jo 2.5

    ResponderExcluir
  7. antiqueiraperes@yahoo.com.br11 de julho de 2013 13:05

    CONTESTANDO O TRINITARIANISMO 61
    Há muitos outros exemplos na Bíblia onde espíritos de seres humanos são
    Descritos com atributos pessoais ou realizando (ativa ou passivamente) ações
    Típicas de seres pessoais. A seguinte lista apresenta alguns exemplos de
    Espíritos de seres humanos aos quais é atribuído alguma ação ou atributo
    De natureza pessoal: A CARNE PARA NADA PRESTA
    _ Espírito de Faraó - Foi Perturbado (Gênesis 41:8) FOI ELE MESMO
    _01+ Espírito de Ciro - Foi Despertado (Esdras 1:1)
    _02+ Espírito de Jó - Sorve (Suga) o Veneno (Jó 6:4)
    _03+ Espírito de Zofar - Responde por Zofar (Jó 20:3)
    _ 04+Espírito de Asafe - Desfalece (Salmo 77:3)
    _05+ Espírito de Davi - Desfalece (Salmo 143:7)
    _06+ Espírito de Isaías - Buscou a Deus (Isaías 26:9)
    _07+ Espírito de Ezequiel - Excitou-se (Ezequiel 3:14)
    _08+ Espírito de Nabucodonosor - Perturbou-se (Daniel 2:1-3)
    _09+Espírito de Paulo - Revoltou-se (Atos 17:16)
    _10+ Espírito de Paulo - Ora e Canta (I Coríntios 14:14 e 15)
    _11+ Espírito de Paulo - Recreou-se (I Coríntios 16:18)
    _ 12+Espírito de Tito - Recreou-se (II Coríntios 7:13)
    --ESPIRITO DE ACABE+1+REIS+21:5 Porém, vindo a ele Jezabel, sua mulher, lhe disse: Que há que está tão desgostoso o teu espírito, e não comes pão?
    Concluímos que quando a Bíblia diz que o espírito de alguém se entristeceu,
    Então se trata de uma figura de linguagem chamada prosopopéia ou
    Personificação. Literalmente, quem se entristeceu foi à pessoa, o possuidor.
    Do espírito, não literalmente o seu espírito. Quando o salmista diz que o seu
    Espírito estava amargurado, na realidade quem estava amargurado era o próprio. Salmista
    Isso vale também para o Espírito de Deus. Quando a Bíblia diz que alguém
    Mentiu para o Espírito de Deus, na verdade isso significa que mentiram para.
    O próprio Deus. Esta verdade é facilmente verificável no relato da experiência
    De Ananias e Safira em Atos 5:
    “Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração”.
    Para que mentisses ao Espírito Santo, retendo parte da propriedade?”“
    - Atos 5:3.
    O verso seguinte esclarece para quem, de fato, Ananias estava mentindo:
    Atos
    5:4 Guardando-a não ficavam para ti? E, vendida, não estava em teu poder? Por que formaste este desígnio em teu coração? Não mentiste aos homens, mas a Deus.
    NÃO TEM DEUS MAIS O SEU ESPIRITO, NÃO TEM JESUS MAIS O SEU ESPIRITO.
    João4:24 Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
    A NOVA ERA E UM ESPIRITISMO REFINADO E QUE DIS QUE DEUS E O VENTO E TODA ANATUREZA
    João6:63 O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos disse são espírito e vida.

    ResponderExcluir
  8. Gostei....espiritas nao passam de uma ceita diabóloca...espiritos que morreran nao...a biblia fala que quem morreu nao pode voltra....SAO ESPIRITOS DE DEMÔNIOS...

    ResponderExcluir
  9. OLHA BEM O Q VC FALOU...TE PERGUNTA UMA COISA, QUAL É A MELHOR RELIGIÃO? É AQUELA QUE TE APRISIONA? QUE TE FAZ SEGUIR AS DITAMES COMO UM CACHORRO AMEDRONTADO? AQUELA EU FAZ GUERRAS, AQUELA QUE TEM PRECONCEITOS COM AS CRIATURAS, (FILHOS DE DEUS) SE DEUS NÃO AS DESCRIMINOU NA SUA EXISTENCIA NA TERRA QUEM SOMOS NÓS DITADORES? DEUS AMOU A TODOS, PROSTITUTAS, GAYS E TODOS OS SERES. A VERDADEIRA RELIGIÃO É AQUELA QUE TE FAZ UMA PESSOA MELHOR, QUE AMA, QUE TEM AFETO, QUE QUER AJUDAR AO PROXIMO, QUE FAZ O BEM AO INVEZ DE ENVENENAR AS OUTRAS CRIATURAS COM A LINGUA. E ENTENDA DUAS COISA, JESUS NÃO ERA RELIGIOSO, ELE N VEIO ENSINAR RELIGIÃO VEIO ENSINAR AMOR A TODAS AS CRIATURAS, QUEM INVENTOU A RELIGIÃO FOMOS NÓS!!! A TÃO SAGRADA BIBLIA TB FOI ESCRITA E REESCRITA POR MÃOS HUMANAS A FIM DE ESCRAVIZAR DE ACORDO COM SEUS INTERESSES, PODER, PODER E MAIS PODER... SE VC AMA, SE VC ACEITA O PROXIMO, SE VC PRATICA O BEMA CARIDADE, POUCO IMPORTA QUAL DENOMINAÇÃO RELIGIOSA VC PERTENCE OU QUAL QUE SEJA SUA COR, OU OPÇÃO SEXUAL! ESTA CRIATURA TERÁ A VIDA ETERNA E O AMOR DE DEUS, E OS JULGADORES E HIPÓCRITAS, TERÁ O CASTIGO MERECIDO!

    ResponderExcluir
  10. Cara Andreia Nascimento,

    Em primeiro lugar gostaria de parabenizá-la pela coragem de expor sua opinião identificando-se, como você pode ver em algumas postagens do meu blog muitas pessoas comentam as postagens sem identificar-se dando a entender que são pessoas covardes e você mostrou-se ser uma pessoa intrépida. Em segundo lugar não minta para atrair espectadores ao seu blog, você não precisa disso, pois em nenhum momento em meu blog eu disse que os espiritualistas eram adoradores de demônios. Até por que eu não conheço esse adjetivo denominado espiritualista. Mas em todo caso segue a resposta deste “SER” (Nome pelo qual fui cognominado por você) às suas críticas a minha postagem.

    Respondendo a sua pergunta sobre qual a melhor religião, eu te digo que a religião verdadeiramente aprisiona, cria guerras, tem preconceitos e amedronta. Por isso que não sigo nem obedeço à religião, eu sigo e obedeço a Cristo Jesus e a sua palavra revelada que é a Bíblia sagrada. Sobre julgar, a bíblia diz que julgaremos até os anjos I Co 6.3

    Andreia, Deus verdadeiramente ama a todos como você disse, Gays, Prostitutas e os demais, só que abomina suas práticas. Entenda, ele ama a prostitua mas abomina a prática de prostituição, ama o gay mas abomina a prática homossexual. O amor de Deus é Ágape, ele nos ama incondicionalmente, mas não quer que vivamos no pecado.

    Não adianta dizer que ama e continuar na prática do pecado, e o próprio Jesus amou mas sem pecar (Hb 4.15). Outra coisa que não adianta é fazer caridade sem reconhecer o senhorio de Cristo e se entregar a ele por completo. Segundo o seu raciocínio a salvação da alma é venal a caridade. Desculpe a sinceridade, mas você dizer que a Bíblia sagrada ser escrita mesmo por mãos humanas ter o intuito de escravizar para o interesse de ter poder, isso é no mínimo uma retardação mental, pois quem tem um mínimo de retidão intelectual sabe que a Bíblia foi escrita por homens sendo inspirados pelo Espírito Santo. Leia as referências (2Tm 3.16).

    Finalmente você diz quem é conjuminado com o argumento sofista ecumênico de que é disposta a todas as religiões a que tiver que lhe ensinar melhor. Ensinar o quê se você não sai de cima do muro. Escolha um caminho, não uma religião, um caminho a que seguir. Se espírita se testemunha de Jeová, se Assembléia, se católica... Faça uma escolha !!!! Nesse caminho que você vai sem opinião e sendo muito volúvel a qualquer tipo de ensinamento mesmo que herético, a única coisa que você irá conseguir será uma paranoia espiritual indo atrás de delírios argumentativos sem fundamentos. Cresça !!!

    Você finaliza se dizendo estudiosa. Estudiosa do quê? O que você estuda? Se é que estuda, visto que você prefere plagiar blogs alheios como este post sobre “12 leis universais” que você na cara dura copiou deste blog http://eradasmentespoderosas.blogspot.com.br/2012/02/12-leis-universais.html. É o velho ctrl+c e ctrl+v, seja mais criativa.

    Cara Andreia, tenha mais discernimento ao escrever sobre assuntos que você não domina, estude filosofia com os pré-socráticos, conheça o que é semântica, exegese e hermenêutica, aprenda o básico de grego e hebraico para falar algo sobre a Bíblia, busque conhecimento e cresça espiritualmente, pois o único caminho do amor é Cristo Jesus. Não sou Juiz para julgar, só sou apologeta e contrário a ensinos heréticos e que ferem uma verdadeira exegese textual bíblica, bem com uma mixórdia de pensamentos fúteis e sem conhecimento de Bíblia. Mostre com sua vida o que você ensina no seu blog.

    Estude mais...

    ResponderExcluir