quinta-feira, 29 de abril de 2010

Parabéns as borboletas

Diante das tantas lutas diárias enfrentadas por essas mulheres de Deus, este blog parabeniza as borboletas da Igreja do Nazareno. Mulheres que saíram dos seus lares com um único propósito de edificar-se ainda mais na palavra de Deus e contemplar um pouco do que Deus tem guardado para mulheres sábias que edificam seus lares sob a obediência do Senhor.


O cursilho da igreja do nazareno propõe a mulheres e homens o prazer de conhecer “melhor” o Senhor, bem como desfrutar de bênçãos e sentir um renovo transbordante que o Senhor Jesus lhe dá. Uma igreja com o propósito de capacitar e edificar casais, ensinar a homens e mulheres a palavra do senhor tem o respeito e a dignidade de ser chamada “Corpo de Cristo”.

Não existe mágica, invocação a espíritos, feitiçaria, misticismo, ritual a divindades nem segredo algum, é apenas dedicação de quem fica por trás deste trabalho e muito jejum e oração. É DEUS PURO.

Eu como marido de uma dessas borboletas fico constrangido com o amor que Deus colocou no coração dessas mulheres, pois antes enxergavam a si mesmas, olhavam apenas para seus próprios pés, faziam as tarefas diárias talvez por obrigação, mas hoje, ah se com minhas palavras pudesse expressar...

Sinto-me hoje em dia um príncipe em seu nababo, um homem, dentro de seus defeitos e qualidades, AMADO. Se você ama sua esposa ou seu esposo, não se envergonhe de demonstrar isto, de provar isto, de mostrar nas pequenas coisas. Na capacidade de servir-lhe. Há mulheres que são incapazes de fazer um cafezinho para o marido (“ele que se vire”) e maridos que são incapazes de lavar a louça (“isso é coisa de mulher”). Que pena! Como perdem! Repartir significa partir e não impor.

Erra a pessoa que tenta produzir um clone seu no matrimônio. Esta não é a melhor política.
É óbvio que os dois terão que ceder, mas não na base da cobrança, e sim na do instinto, de saber até onde pode ir e o quanto deve ceder. É uma cessão que tem seu grande mérito quando é feita por amor à pessoa.

Não canso de parabenizar a Igreja do Nazareno pela preocupação que esta obra tem com os casais em geral, pois sabemos que satanás tem investido muito nesta área e que a base da família é um casamento edificado no Senhor. Diante das tantas maravilhas e transformações agraciadas pela minha esposa, só tenho que agradecer primeiramente á Deus e depois a esta obra levantada por Deus “Igreja do Nazareno” para edificar e servir de instrumento de Deus para capacitar casais.

Agradeço também a minha cunhada Neide por se deixar ser um instrumento de Deus, bem como seu marido Alberto por sempre estarem empenhados e trabalhando na obra de restauração de casais. Louvo a Deus por suas vidas.

Ricardo André

Nenhum comentário:

Postar um comentário