sexta-feira, 19 de agosto de 2011

FILOSOFIA É INÚTIL?



Alguém já disse que o trabalho de um filósofo é semelhante ao esforço de um cego trancado em um quarto escuro procurando um gato preto que nunca foi posto lá. Muitos, desconhecendo um "produto" resultante da reflexão filosófica, entendem que se trata de uma paixão inútil de alguns indivíduos exóticos, socialmente mal adaptados.


 Em nossas igrejas evangélicas, a filosofia é geralmente vista como heresia, coisa do Diabo, pensamentos do cão e coisas dessa natureza, mas pensemos melhor no assunto. vamos abrir um pouco a nossa mente e vamos tentar entender e aproveitar o melhor da filosofia.


A verdade, no entanto, é que todos somos filósofos, pois temos todos uma maneira de entender a realidade que nos cerca. A diferença fundamental é que alguns são conscientes de que é impossível não ter uma visão de mundo, e estudam mais profundamente o assunto para melhor organizar os dados da realidade; outros, porém, formam uma visão da realidade não sistemática, inconscientes de seus próprios valores. Mas todos são obrigados a desenvolver, ainda que intuitivamente, uma teoria interpretativa da realidade. foi por essa razão que o filósofo e matemático francês Blaise Pascal disse: "Zombar da filosofia é, em verdade, filosofar". É impossível fugir dessa realidade! É necessário um mínimo de reflexão filosófica para se pensar que a filosofia é inútil e ridicularizá-la.


Antes de encontrarmos uma boa definição de filosofia, será muito útil tentar abordar algumas idéias incorretas muito difundidas a respeito do assunto para podermos esclarecer certas concepções populares e comuns , que infelizmente, são bastantes distorcidas.


A palavra "filosofia" aparece no novo testamento, em Colossensses 2.8 (RC) onde lemos "Tende cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo e não segundo Cristo" Essa é a única ocorrência da palavra filosofia em toda a Bíblia, evidentemente o contexto onde o termo aparece é negativo. Todavia, torna-se necessário que um estudo sério e bem fundamentado mostrará que Paulo estava atacando um determinado tipo de filosofia específica, a heresia gnóstica da cidade de Colossos. Ele usou o termo "filosofia" para se referir aquele tipo de filosofia herética, contrária a fé cristã. Isso não significa, de modo nenhum, que ele estivesse se referindo a filosofia no modo geral do termo. Paulo nunca se refere a filosofia propriamente dita em nenhuma parte do novo testamento. Seu único contato com os filósofos gregos registrados nas escrituras aparece em Atos 17.18 (RC) "E alguns dos filósofos epicureus e estóicos contendiam com ele. Uns diziam: Que quer dizer este paroleiro? Nesse caso, em Atenas, Paulo não condena a filosofia como essencialmente nociva, antes responde de maneira contextualizada, demonstrando conhecimento e capacidade de lidar com a cultura especulativa dos antigos gregos.


Há uma outra razão porque geralmente se acredita que a filosofia é essencialmente anti-cristã. Trata-se da ideia comum de que todos os filósofos, ou pelo menos a grande maioria deles, é hostil ao cristianismo e nem sequer acreditam em Deus. conhecimento teórico em algumas igrejas nossas torna-se sinônimo de incredulidade. É por isso que alguns teólogos são chamados de "CRÙ".


Todavia, não é bem verdade que filósofo é sinônimo de incredulidade. É fato que alguns filósofos mais conhecidos como Ludwig Feuerbach, Sigmund Freud, , Karl Marx, Friedrich Nietzsche, Bertrand Russell, Jean Paul Sartre e Voltaire foram incrédulos convictos, muito hostis para com o cristianismo. Mas, por outro lado, nomes destacados da filosofia medieval como Agostinho, Alberto Magno, Anselmo e Tomás de Aquino, acreditavam piamente nas verdades cristãs; outros filósofos mais modernos mostraram um cristianismo surpreendente. Blaise Pascal, famoso filósofo e matemático do século XVII chegou a afirmar "Sem Jesus Cristo o homem permanece no vicio e na miséria; com Jesus Cristo o homem está imune ao vicio e a miséria. Nele está nossa virtude e toda a nossa felicidade. Fora dele há apenas vicio, miséria, erros, trevas, morte e desespero"


Portanto meus caros irmãos, ter a filosofia como inútil já é filosofar.

Um comentário:

  1. Olá tudo bem sou o Bernardo do blog:

    http://quadrinhosdobem.blogspot.com/

    Tivemos a iniciativa de criar quadrinhos educativos e recados cristãos para o orkut, é algo bom pois existem muitos cristãos em redes sociais, porem também é muito trabalhoso então pedimos que conheça nossso trabalho e se possivel ajude-nos a divulga-lo por meio do seu blog.

    Um Abraço!

    ResponderExcluir